Dicas Matadoras para Aumentar o Tráfego Orgânico do seu Site

Tempo de leitura: 11 minutos

Aumente as vendas com trafego organico

Antes de criarmos um volume interessante de visitas é necessário que tenhamos um bom site. As características de um bom site são: uma plataforma com bons recursos, design atrativo e autêntico com layout responsivo, um trabalho de SEO e a constante criação e atualização de conteúdos de valor em um blog.

Você verá neste artigo exatamente como trabalhar essas 3 características detalhadamente para aumentar o tráfego orgânico do seu site. Espero que goste.

Escolhendo uma plataforma

Site em wordpress

Hoje existem no mercado uma série de plataformas para criação de sites profissionais, mas recomendo a você o WordPress. Além de ser o mais usado por profissionais de web e marketing digital, o WordPress disponibiliza uma série de recursos diferenciais que tornam o seu site bem mais atrativo perante às outras plataformas disponíveis. Para quem está começando, é aceitável a utilização dos layouts gratuitos que possuem um design menos trabalhado mas que satisfazem em um primeiro momento. Caso você ou sua empresa tenham verba para a criação de um design planejado e com estilo próprio, não hesite. O site será bem mais atrativo e funcional se puder investir no WordPress.

Trabalhando o SEO

aumente as vendas com SEO

O segundo ponto para um bom site exige um trabalho consistente de SEO (Search Engine Optimization). Traduzindo ao pé da letra, o termo significa: Otimização para Motores de Busca. Um profissional especializado em SEO irá trabalhar de várias formas para que as páginas do seu site alcancem as melhores posições dentro dos resultados do Google quando alguém procurar algo relacionado ao conteúdo que você disponibiliza, o que garantirá mais visitantes. Parece difícil? Realmente não é fácil, mas nem todos os aspectos do SEO englobam conhecimentos muito específicos. Algumas poucas alterações no site já o melhoram bastante perante ao Google e nem é tão complicado assim, veja:

1º – Quem é o seu Público-Alvo?

Um dos erros mais comuns na hora de trabalhar um site e principalmente o SEO é desconsiderar qual o público-alvo do seu negócio. Quanto mais conhecimento sobre o público você tiver mais assertiva será a sua comunicação e, melhor ainda, terá informações de como o seu público busca informações na internet. Para isso, é importante ter em mente que existem várias formas de se procurar a mesma coisa, mas veremos isso no próximo passo e mais ao final, quando falo da criação de conteúdos de valor.

2º – Liste Possíveis Palavras-Chave

Abuse da criatividade nesta parte. Junte sua equipe e faça um brainstorm. Ainda não tem uma equipe? Não tem problema. Converse com parentes e amigos e, se possível, com pessoas que fazem parte do seu público-alvo. Pergunte a eles que palavras usariam para encontrar o conteúdo que seu site disponibiliza.

Outra maneira é pesquisar o que os seus concorrentes estão fazendo. Preste atenção em quais títulos e meta descriptions eles usam para as páginas.

Uma ferramenta muito útil para te ajudar é o Keyword Planner Tool, do Google Adwords. Nela, você insere uma lista de palavras-chave mais genérica, mas marque a opção “utilizar sinônimos” para Outra boa dica é usar o Google Trends para verificar o volume de buscas de cada palavra-chave em diferentes períodos. Você vai descobrir que muitas delas possuem uma sazonalidade e isso lhe ajudará a encontrar qual o melhor momento para a utilização de cada palavra-chave.aparecer automaticamente palavras-chave mais específicas que poderão te ajudar.

Planejador de Palavras chaveOutra boa dica é usar o Google Trends para verificar o volume de buscas de cada palavra-chave em diferentes períodos. Você vai descobrir que muitas delas possuem uma sazonalidade e isso lhe ajudará a encontrar qual o melhor momento para a utilização de cada palavra-chave.

google trends

Bom, não adianta este trabalho todo se não houver como medir os resultados. Uma outra ferramenta que irá te ajudar neste aspecto é o Google Search Console (Antigo Google Webmaster Tools). Analisando os dados você irá identificar quais palavras estão trazendo mais resultado e quais podem ser descartadas. Basta acessar o relatório Tráfego de Pesquisa e em seguida Consultas de Pesquisa.

3º – Título das Páginas

Titulo das palavras

Em SEO, o título é o elemento mais importante da página. Mas, muitas vezes, o espaço é preenchido por termos que não descrevem a página corretamente ou não usam palavras-chave importantes, associadas ao tipo de negócio, o que confunde os motores de busca e penaliza seu site perante o Google. Resultado: menos tráfego.

Use um título único por página e procure descrevê-lo da forma mais precisa possível usando até 63 caracteres. A ordem dos fatores altera o resultado: as primeiras palavras tem mais relevância para o Google do que as últimas. Além disso, o número de palavras também interfere: quanto menos palavras maior a importância das mesmas.

4º – Meta Description

Meta-Descricao

A Meta Description não tem valor quando se trata de rankeamento pelo Google. Porém, ela é uma parte textual importante que mostra o que o seu site aborda, de forma a convencer o usuário que vale a pena acessar o link na página de resultados para ler o conteúdo do seu site.

 Siga estas regras para tornar a Meta Description mais interessante:

 1. Crie um texto informativo interessante que provoque a curiosidade e com um pouco de call-to-action.

 2. Texto limitado a 160 caracteres.

5º – URLs (endereço das páginas)

Lembre-se, novamente, das palavras-chave. O Google procura por elas também no endereço da página. É muito comum vermos sites com páginas que usam códigos como https://www.seusite.com.br/xj3t467320rf9 e isso impossibilita que os algoritmos do Google identifique o conteúdo da página.

 Recomendo que siga este exemplo: https://www.seusite.com.br/titulo-do-seu-conteúdo

6º – Imagens

As imagens também são parte fundamental do SEO. Para que uma página tenha um valor significativo é necessário identificar o assunto contido nas imagens.

 Existem 3 simples características:

 1. Nomear corretamente

 2. Alt Text ou texto alternativo

 3. O contexto

É necessário que todas as imagens tenham nomes fáceis, associativos ao conteúdo da página. Por exemplo: limpar-porcelanato.jpg

3719a0_16942ad0d6364f39be83ea1f99c5a564

Todas as imagens devem conter um texto alternativo. Esse recurso serve para identificar as imagens caso ela não seja exibida para um visitante da página. No caso do Google, ajuda na leitura e entendimento do que a imagem representa.

Finalizando este tópico, uma imagem não é nada sem um contexto. É necessário posicioná-las próximas ao conteúdo que se está representando

7º – Headings

 Headings WordPress

Em uma página é possível criar prioridades textuais. Isso acontece determinando quais os Headings contidos no texto da página e é fundamental para um bom rankeamento.

Existem 6 variações em ordem crescente de importância.

O cabeçalho da sua página deve ser determinada como Heading 1 ou H1.

(<h1> título principal da sua página </h1>) Sem os parênteses.

Os H2 e H3 devem ser usados como headings de tópicos e subtópicos, respectivamente. Recomendamos a utilização de um único H1 e, havendo necessidade, vários H2 e H3.

8º – Inserindo Palavras-Chave Dentro do Conteúdo

 Palavra chave em foco

Posicionar uma palavra-chave dentro do conteúdo aumenta bastante as chances de sua página aparecer no Google para quem busca por aquela palavra-chave ou sinônimos. Por exemplo, posicionando “Como Ganhar Dinheiro Online” no texto as chances da página aparecer para consulta desta palavra-chave no Google aumentam.

Entretanto, introduzir massivamente uma mesma palavra-chave confunde os usuários e faz seu site perder pontos com o Google.

Então, temos a questão: qual a quantidade exata de repetição que deve ser usada?

Não existe uma quantidade exata. Por isso, sempre tenha em mente não exagerar na quantidade mas também não deixar de usar a palavra-chave principal do seu conteúdo.

O que precisamos para ter um bom bolo? Uma receita. Aqui está ela:

1. Mencione a palavra-chave principal em seu conteúdo

2. Em quantidade ponderada

3. Sem atrapalhar a experiência de leitura dos visitantes

4. Utilizando sinônimos e variações

9º – Exemplo de Estrutura Ideal da Página

Palavra-chave: Como Ganhar Dinheiro Online

Título da página: Dicas de Como Ganhar Dinheiro Online | Nuvem Dourada

(Um bom título fazendo uso da sua palavra-chave)

Meta Description: Descubra a maneira mais simples de como ganhar dinheiro online sem investir nem um centavo

H1: Dicas Práticas de Como Ganhar dinheiro na Internet(x = conteúdo)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

H2: Como Ganhar dinheiro com E-commerce

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx [palavra-chave: Ganhar Dinheiro Online] xxxxxxxxxxxxxxxxxxx.

Crie conteúdos de valor

Atualmente muitas empresas não dão muita importância para um blog, mas ele é um dos principais recursos para atrair pessoas para o seu site e transformá-los em possíveis clientes. Recomendamos que o blog passe a ser uma prioridade..

Não adianta criar um bom site, trabalhar seu SEO mas não disponibilizar conteúdo relevante para o seu público. Serão os conteúdos que estarão no seu blog que atrairão os visitantes tão desejados para aumentar o tráfego orgânico do seu site.

Já falamos da importância das palavras-chave para o SEO e você viu no exemplo de Estrutura Ideal da Página como o seu conteúdo depende das palavras-chave para ser encontrado nos motores de busca, como o Google.

Como descobrir como criar uma boa comunicação com o público-alvo em questão e como as palavras-chave influenciam nisso?

Primeiro, é preciso descobrir o que nós chamamos aqui na DANIEL LIMA – Expert em Vendas Online de “gostos e dores” do seu público-alvo.

Gostos: literalmente o que eles gostam de fazer, aonde costumam ir, o que costumam assistir e ler, etc.

Dores (aqui está o mais interessante!): o que eles procuram e quais o seus problemas.

Os gostos dão uma base do comportamento do seu público e as dores dão informações úteis para criarmos conteúdos de valor que satisfaçam suas necessidades, sempre dentro dos parâmetros da sua empresa.

Existem 3 maneiras de se conseguir estas informações:

1. Se você já possuir um contato mais próximo com os seus clientes, pergunte-os sobre estas questões pessoalmente. Você pode conseguir boas informações.

2. Criar um formulário de pesquisa no Google Forms e enviar para os seus clientes pedindo que eles respondam. No formulário, insira questões que vão lhe garantir informações concretas a respeito do seu público (pense em enviar um conteúdo de valor em troca das respostas!).

3. Use o auto-complete do Google e também o Google Trends para conseguir informações do que as pessoas mais procuram a respeito do seu segmento, e assim criar conteúdos que as pessoas acessarão de fato.

Esse trabalho ajuda bastante na hora de determinar qual conteúdo criar e quais palavras-chave usar para garantir visualizações e será a sua base.

Para finalizar, quando estiver planejando a criação pense em conteúdos que geram valor para os seus visitantes.

Sempre tenha como objetivo levar informações que ajudem o seu público a alcançar o que eles querem dentro do que a sua empresa tem a oferecer. Isso atrai bastante as pessoas e, se bem trabalhado, pode gerar bons resultados para o seu negócio.

Gostou? Esperamos que sim. Compartilhe com seus amigos e colegas para que mais pessoas tenham acesso a esse conhecimento. Nos vemos em postagens futuras. Materiais ricos estão chegando!

O auto complete do Google é o sistema do Google que completa automaticamente suas frases com os termos mais procurados relacionado ao que se busca.

google auto complete

Esse trabalho ajuda bastante na hora de determinar qual conteúdo criar e quais palavras-chave usar para garantir visualizações e será a sua base.

Para finalizar, quando estiver planejando a criação pense em conteúdos que geram valor para os seus visitantes.

Sempre tenha como objetivo levar informações que ajudem o seu público a alcançar o que eles querem dentro do que a sua empresa tem a oferecer. Isso atrai bastante as pessoas e, se bem trabalhado, pode gerar bons resultados para o seu negócio.

Gostou? Espero que sim. Compartilhe com seus amigos e colegas para que mais pessoas tenham acesso a esse conhecimento. Nos vemos em postagens futuras. Materiais ricos estão chegando!

Summary
Review Date
Reviewed Item
Dicas Matadoras para Aumentar o Tráfego Orgânico do seu Site
Author Rating
51star1star1star1star1star

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *